quinta-feira, 28 de maio de 2009

Divinas Desventuras


Quero reunir os amigos, no próximo dia 30, na Livraria Cultura, para a leitura e lançamento do livro: “Divinas Desventuras”. Estão todos convidados!
Sim; vamos "brincar de deuses" , com as histórias da mitologia grega, lendo os contos: Prometeu, Icaro e Sísifo.
A amiga Heloisa Prieto, uma das principais autoras da literatura infanto-juvenil brasileira, lança agora: “Divinas Desventuras”.
No livro, onde o mundo dos deuses e heróis da mitologia grega, é contada por Cronos(deus do tempo),nem tudo dá certo.
Heloisa resolveu escrever sobre os mitos mais trágicos, porque acredita que: “há muito o que se refletir sobre o aprendizado que advém dos insucessos e perdas, pois eles nos remetem à própria condição humana. Embora os finais não sejam felizes, há lirismo, emoção e suspense nas narrativas."
Trabalhei com o método que venho aplicando há dois anos: “ O Livro em Cena”. Não optando pela, adaptação das narrativas, mas pela leitura integral do texto inteiramente transposto para o palco.
Pedro Schwarcz querido companheiro de leitura, Ramiro Suárez, impecável no trabalho de edição, Gerald McDermott e Marcell Jankovics, importantes complementos nos vídeos, e a Heloisa, com seu inspirador livro, a integrar esses profissionais brilhantes, esperam por vocês!

6 comentários:

Serenade disse...

Agradecida aos amigos confirmando a presença e desejando Merda...
Beijares alegrares

missval disse...

Que beleza, parece que a literatura anda mesmo inspirando as amigas atrizes!!!! A presença não posso confirmar pois tenho o meu espetáculo" Hilda Hilst O Espírito da Coisa" `ás 19 hs e chego sempre às 17 no teatro. Mas claro deixo aqui toda a MERDA do mundo, esperando uma nova oportunidade de prestigiá-la.
Beijo grande da
Rosaly Papadopol

Priscila disse...

Vera querida,

que os deuses estejam felizes, não é mesmo?
beijos
helô

Serenade disse...

Viva a literatura Rosaly!Certos personagens e situações literárias oferecem liberdade na interpretação dos texto, ou nos ensinam a aceitar o destino.
Viva Vida!
Vida Viva!
Beijares e poetares

Serenade disse...

Agradecida Helô, por inspirar esse trabalho.
"A leitura das obras literárias obriga a um exercício de fidelidade e de respeito dentro da liberdade de interpretação. Há uma perigosa heresia crítica, típica dos dias de hoje, segundo a qual é possível fazer qualquer coisa com uma obra literária. Não é verdade. As obras literárias convidam à liberdade de interpretação porque propõem um discurso com muitos planos de leitura, defrontando-nos com a ambiguidade da linguagem e da vida."
Umberto Eco
Beijares e abraçares

Walmir disse...

pois que coisa má não ter eu estado aí, Vera de "ares". Única coisa que não gosto é isso de chamar certa literatura de "infanto-juvenil".
Paz e bom humor sempre.